Disseram a Fidel:
"A situação em Cuba está tão má que as universitárias se tornaram
prostitutas".
Fidel respondeu:
Não é bem assim, a situação em Cuba é tão boa que até as prostitutas são
universitárias".


é tudo uma questão de ponto de vista, o tal do copo meio cheio ou meio
vazio, depende....

bem no fundo

no fundo, no fundo
bem lá no fundo,
a gente gostaria
de ver nossos problemas
resolvidos por decreto

a partir desta data,
aquela mágoa sem remédio
é considerada nula
e sobre ela - silêncio perpétuo

extinto por lei todo remorso,
maldito seja quem olhar pra trás,
lá pra trás não há nada,
e nada mais

mas problemas não se resolvem,
problemas têm família grande,
e aos domingos saem todos passear
o problema, sua senhora
e outro pequenos probleminhas

(paulo leminski)
 

Parabéns pra mim mesmo, de presente "Leminski" e muita cerveja, abraços. . .

 Na Jukebox "Simple Man" um cover muito bom do Lynard Skynyrd , uma jam de Gregg Allman e Gov't Mule.


 

  Boas meus amigos{as}, faz tempo que não renovo isso aqui, tento manter uma regularidade, mas ta difícil, por falta de tempo e do que falar,já fui mais criativo eu sei, deve ser a idade, sobre ladroagem no futebol e na política, me recuso, pois já ta todo mundo de saco cheio dessas historias.

  Gostaria de falar hoje de cantor e compositor que ultimamente me incomoda pra cacete, peguei nojo dele, vejo ele na TV, já mudo de canal na hora, mais calma tanta raiva assim tem explicação.

  Ele e homônimo de um cara que eu fui muitíssimo fã, sabia e sei de cor quase todas as letras dele “Caetano Veloso” eu adorava Caetano tive vários LP’s  e CD’s dele,a criatividade dele era demais,poderia citar três ou quatro com lugar em qualquer discoteca de quem aprecia a boa musica.Pena ter morrido tão cedo,logo após as gravações de “Circulado ao Vivo”no final de 1992 ,deixando viúva a atriz e produtora Paula Lavigne,dizem ate que a culpa da morte dele,foi a ambição da moça.

  Pois bem esse homônimo que anda por ai dizendo ser “Caetano”, que depois de 1993 só gravou porcaria, fala besteira em tudo que e canto, faz parceria com qualquer Zé Mane e produz filmes de péssima qualidade não pode ser o mesmo Tropicalista engajado dos anos 60 e 70 parceiro musical dos maiores gênios da musica e da poesia brasileira e mundial, não faria isso... Mais infelizmente... Abraços.

 

 

 

Na Jukebox O estrangeirouma das ultimas grandes letras dele.

 

 

"GRINGOLANDIA"

 

Boas achei essa materia demais achei ela no blog do "Batistão",aproveitando o tema estou feliz pela surra que meu timão deu no santos,rsrs...Não é brincadeira o que tem de gringo por aqui,Estamos acostumados a exportar craques a torto e a direito. Mas também somos importadores.O Estadão de 20/09/2005 publicou essa matéria sobre os gringos do Campeonato Brasileiro, e, para ilustrar, escalou esta seleção.Em pé: Henao, Gavilán, Lugano, Gamarra, Mascherano e Sebá. Agachados: Petkovic, Maldonado, Gioino, Tevez e Marin.

 

NA Jukebox "Bad To The Bone" Z Z Top

 

 

 Boas,essa foi enviada pra mim pelo grande Heitor,boa pra rir um pouco e ver como esse negocio de parentesco as vezes e complicado...abraços...

NA JUKEBOX "BOM E QUANDO FAZ MAL" MATANZA

 


COMO CONSEGUIMOS VIVER SEM SABER DE TUDO ISSO?

O nome completo do Pato Donald é Donald Fauntleroy Duck.
Em 1997, as linhas aéreas americanas economizaram US$ 40.000 eliminando uma azeitona de cada salada.
Uma girafa pode limpar suas próprias orelhas com a língua. (!) 
Milhões de árvores no mundo são plantadas acidentalmente por esquilos que enterram nozes e não lembram onde eles as esconderam.
Comer uma maçã é mais eficiente que tomar café para se manter acordado.
As formigas se espreguiçam pela manhã quando acordam.
As escovas de dente azuis são mais usadas que as vermelhas.
O porco é o único animal que se queima com o sol além do homem.
Ninguém consegue lamber o próprio cotovelo, é impossível tocá-lo com a própria língua.
Só um alimento não se deteriora: o mel.
Os golfinhos dormem com um olho aberto.
Um terço de todo o sorvete vendido no mundo é de baunilha.
As unhas da mão crescem aproximadamente quatro vezes mais rápido que as unhas do pé.
O olho do avestruz é maior do que seu cérebro.
Os destros vivem, em média, nove anos mais que os canhotos.
O "quack" de um pato não produz eco, e ninguém sabe por quê.
O músculo mais potente do corpo humano é a língua. (!!!!)
É impossível espirrar com os olhos abertos.
"J" é a única letra que não aparece na tabela periódica.
Uma gota de óleo torna 25 litros de água imprópria para o consumo.
Os chimpanzés e os golfinhos são os únicos animais capazes de se reconhecer na frente de um espelho. Rir durante o dia faz com que você durma melhor à noite.
40% dos telespectadores do Jornal Nacional dão boa-noite ao William Bonner no final.

Aproximadamente 70 % das pessoas que lêem este texto, tentam lamber seu cotovelo!!!

Na Jukebox "Red morning light"Kings of leon

Poema Dos Olhos Da Amada

Vinicius de Moraes

Oh, minha amada
Que os olhos teus

São cais noturnos
Cheios de adeus
São docas mansas
Trilhando luzes
Que brilham longe
Longe nos breus

Oh, minha amada
Que olhos os teus

Quanto mistério
Nos olhos teus
Quantos saveiros
Quantos navios
Quantos naufrágios
Nos olhos teus

Oh, minha amada
Que olhos os teus

Se Deus houvera
Fizera-os Deus
Pois não os fizera
Quem não soubera
Que há muitas eras
Nos olhos teus

Ah, minha amada
De olhos ateus

Cria a esperança
Nos olhos meus
De verem um dia
O olhar mendigo
Da poesia
Nos olhos teus

Na jukebox "Like humans do" David Byrne

    

"As melhores Capas"

  Boas pessoal estamos aqui de novo, a partir de hoje toda vez que citar um nome pode clicar em cima dele que vai direto para a pg. do citado(a).O assunto que me chamou a atenção dias atraz, foi a capa do Lp do Tom Zé, ”Todos os olhos”quem acompanha um pouco sobre musica sabe como a capa desse  disco foi feita,o Tom Zé ,pelo mesmo até onde sei foi o próprio que se deixou fotografar com uma bola de gude colocada no anus,o engraçado que se mostra sempre essa capa na TV,eu fiquei imaginando as capas mais bonitas e criativas que já vi,são varias ,algumas com historias engraçadas.

  Como a do “Sgt Peppers” dos Beatles, eu era moleque de tudo tinha uns 12,13 anos eu acho, meu irmão tinha uma vasta coleção de discos entre eles esse, um colega de escola me disse que não podia se olhar o disco por que a besta estava na capa, eu bobão de tudo tinha medo do disco!!! Realmente está lá, Aleister Crowley a besta, mais besta era esse colega de sala. Sempre gostei de desenhos, por isso as do Yes sempre me chamaram mais a atenção, hoje em dia as do King Crimson são as que mais gosto, aquele surrealismo acho legal, das nacionais gosto das do Ratos de Porão,”Feijoada acidente” e “Guerra civil canibal” são boas apesar da foto do “Guerra civil” ser forte pra caraca,mais a capa nacional que mais gosto e a do “DOIS” do Legião,uma capa bem simples marrom com apenas “DOIS” escrito em auto-relevo. A capa estrangeira fico com "Nevermind" do Nirvana,mostrando nosso capitalismo cruel desdo nosso nascimento.Apesar de ter doido pra tudo,acredito que ninguém compre um CD por causa da capa, por exemplo, Zezé de Camargo e a Luciana podem fazer a capa mais maravilhosa do mundo com Oscar e tudo que por mim apodrece na prateleira, rsrs.Se eu fosse musico gostaria de ter uma capa feita pelo Juarez Machado,acho os trabalhos dele demais me lembro quando moleque que adorava as aparições dele no Fantástico.Se amanhã eu vier a ser um cara rico não sonho em ter obras de arte,nem curto muito isso mais um quadro dele gostaria de ter.Vamos fazer uma enquete comentem e diga qual as capas que vocês mais gostam Abraços.

 

                                                Na Juke Box “Frame By Frame” King Crimson.

ARMAS

   Não tem muito tempo, coloquei um post sobre desarmamento, agora esse tema volta com força total, lógico, o referendo ta ai, esta marcado para o dia 23 de outubro, onde deveremos responder "sim" ou "não" á pergunta: "O comercio de armas de fogo e munição deve ser proibido no Brasil"?

  Já tem campanha nas ruas, e aqui na "NET" também com vários sites sobre o assunto aqui vão dois endereços um a favor e um contra.

   Pois bem, eu voto "não",não deve ser proibido,por que acho que os traficantes irão adorar isso,mais um mercado a ser explorado por eles "Trafico de armas" e isso  deve dar muito dinheiro.Os bandidos vão continuar a andar armados,e agora bem mais tranqüilos pois o cidadão de bem não vai estar armado,acho que antes de votar esse assunto deveríamos discutir sobre leis mais severas,sobre segurança,ética na política e na policia,educação,enfim vários assuntos mais importantes que isso no momento...abraços.

 Na Jukebox "Jericho Road" Walter Trout

Boas pessoal,hoje to meio assim Dorival Caymmi,rsrs...abs!!!

Na Jukebox "O que é que a Bahia tem ?" Dorival Caymmi

Um post para minha nova amiga "Ostra Nervosa"!!!

Assim eu vejo a vida

Cora Coralina


A vida tem duas faces:
Positiva e negativa
O passado foi duro
mas deixou o seu legado
Saber viver é a grande sabedoria
Que eu possa dignificar
Minha condição de mulher,
Aceitar suas limitações
E me fazer pedra de segurança
dos valores que vão desmoronando.
Nasci em tempos rudes
Aceitei contradições
lutas e pedras
como lições de vida
e delas me sirvo
Aprendi a viver.

Na Jukebox "Fight for your mind"Ben Harper


A EXPERIÊNCIA COM AS DROGAS
Por LUIZ FERNANDO VERÍSSIMO

Tudo começou quando eu tinha 14 anos e um amigo chegou com aquele papo de “experimenta, depois, quando você quiser, é só parar...”. e eu fui na dele. Primeiro, ele me ofereceu coisa leve, disse que era de “raiz”, da terra, que não fazia mal, e me deu um inofensivo disco do “Chitãozinho e Xororó” e, em seguida, um do “Leandro e Leonardo”. Achei legal, uma coisa bem brasileira, mas a parada foi ficando mais pesada, o consumo cada vez mais freqüente, comecei a chamar todo mundo de “amigo” e acabei comprando pela primeira vez.
Lembro-me que cheguei na loja e pedi:
-Me dá um CD do “Zezé de Camargo e Luciano”. Era o princípio de tudo! Logo resolvi experimentar algo diferente, e ele me ofereceu um CD de Axé. Ele dizia que era para relaxar, sabe, coisa leve... “Banda Eva”, “Cheiro de Amor”, “Netinho”, etc. com o tempo, meu amigo foi me oferecendo coisas piores: “É o Tchan”, “Companhia do Pagode”, “Asa de Águia” e muito mais.
Após o uso contínuo, eu já não queria saber de coisas leves, eu queria algo mais pesado, mais desafiador, que me fizesse mexer os quadris, como eu nunca havia mexido antes. Então, meu amigo me deu o que eu queria, um CD do “Harmonia do Samba”. Minha bunda passou a ser o centro da minha vida, razão do meu existir. Eu pensava só nesta parte do corpo, respirava por ela, vivia por ela! Mas, depois de muito tempo de consumo, a droga perde efeito, e você começa a querer cada vez mais, mais, mais...
Comecei a frequentar o submundo e correr atrás das paradas. Foi a partir daí que começou a minha decadência. Fui ao show e ao encontro dos “Karametade” e “Só Pra Contrariar”, e até comprei a “Caras” que tinha o “Rodriguinho” na capa. Quando dei por mim, já estava com o cabelo pintado de loiro, minha mão tinha crescido muito em função do pandeiro, meus polegares já não se mexiam por eu passar o tempo todo fazendo sinais de positivo. Não deu outra: entrei para um grupo de pagode.
Enquanto vários outros viciados cantavam uma música que não dizia nada, eu e mais 12 infelizes dançávamos alguns passinhos ensaiados, sorriamos e fazíamos sinais combinados. Lembro-me de um dia, quando entrei nas lojas Americanas e pedi a Coletânea “As Melhores do Molejão”. Foi terrível!!! Eu já não pensava mais!!! Meu senso crítico havia sido dissolvido pelas rimas miseráveis e letras pouco arrojadas. Meu cérebro estava travado, não pensava em mais nada. Mas a fase negra ainda estava por vir.
Cheguei ao fundo do poço, ao limiar da condição humana, quando comecei a escutar popozudas, bondes, tigrões, motinhas e tapinhas. Comecei a ter delírios, a dizer coisas sem sentido. Quando saia à noite para festas, pedia tapas na cara e fazia gestos obscenos. Fui cercado por outros drogados, usuários das drogas mais estranhas que queriam me mostrar o caminho das pedras... Minha fraqueza era tanta, que estive próximo de sucumbir aos radicais e ser dominado pela droga mais poderosa do mercado: Ki-Kokolexo.
Hoje, estou internado em uma clínica. Meus verdeiros amigos fizeram a única coisa que poderiam ter feito por mim. Meu tratamento está sendo muito duro: doses cavalares de Rock, MPB, Progressivo e Blues. Mas o médico falou que eu talvez tenha de recorrer ao Jazz, e até mesmo a Mozarth e Bach.
Queria aproveitar a oportunidade e aconselhar as pessoas a não se entregarem a esse tipo de droga. Os traficantes só pensam no dinheiro. Eles não se preocupam com a sua saúde, por isso tapam a visão para as coisas boas e lhe oferecem drogas. Se você não reagir, vai acabar drogado: alienado, inculto, manobrável, consumível, descartável, distante, vai perder as referências e definhar mentalmente.
Em vez de encher a cabeça com porcaria, pratique esportes e, na dúvida, se não puder distinguir o que é droga ou não, faça o seguinte: “NÃO LIGUE A TV DOMINGO À TARDE, NÃO ESCUTE NADA QUE VENHA DE GOIÂNIA OU DO INTERIOR DE SÃO PAULO, NÃO ENTRE EM CARROS COM ADESIVOS “FUI...”, SE LHE OFERECEREM UM CD, PROCURE SABER SE O INDIVÍDUO FOI AO PROGRAMA DA HEBE OU AO SABADÃO DO GUGU, MULHERES GRITANDO HISTERICAMENTE, É OUTRO INDÍCIO; NÃO COMPRE UM CD QUE TENHA MAIS DE 6 PESSOAS NA CAPA, NÃO VÁ A SHOWs EM QUE OS SUPEITOS FAÇAM PASSOS ENSAIADOS, NÃO COMPRE NENHUM CD EM QUE A CAPA TENHA NUVENS AO FUNDO, NÃO COMPRE NENHUM CD QUE TENHA VENDIDO MAIS DE UM MILHÃO DE CÓPIAS NO BRASIL, E NÃO ESCUTE NADA EM QUE O AUTOR NÃO CONSIGA UMA CONCORDÂNCIA VERBAL MÍNIMA”.
Mas, principalmente, duvide de tudo e de todos. A vida é bela!!! Eu sei que você consegue!!! Diga não às drogas!!!



Na JUKE BOX "Acabou Chorare" Novos Baianos

Rosa de Hiroshima
Vinicius de Moraes

Pensem nas crianças
Mudas telepáticas
Pensem nas meninas
Cegas inexatas
Pensem nas mulheres
Rotas alteradas
Pensem nas feridas
Como rosas cálidas
Mas oh não se esqueçam
Da rosa da rosa
Da rosa de Hiroshima
A rosa hereditária
A rosa radioativa
Estúpida e inválida
A rosa com cirrose
A anti-rosa atômica
Sem cor sem perfume
Sem rosa sem nada

Que posso dizer,60 anos e pessoas como Bush ainda sobem ao poder,sem comentarios......

Na Jukebox " A Paz" João Donato.

 

   Boas meus amigos, desculpem minha ausência, mais a vida e assim mesmo, hoje estava a ler uma revista, vip a edição de fevereiro e achei um texto muito legal sobre Vinicius de Moraes  escrito por Armando Antenore, intitulado: “Ele riu por ultimo”.

  O qual escrevo abaixo, e a propósito visitem o site do Vinicius ,que é muito bom ,tambem me visitem no orkut,estou lá tambem,abraços a todos ! ! !

  Nem os sonetos nem as canções da bossa nova. O que nos comove em Vinicius de Moraes(1913-1980)é uma única frase-breve, afiada, desconcertante. Claro, não negamos a contribuição literária e musical do carioca que só bebia uísque com pouca água e muito gelo. Mas, para nos, a frase se impõe. Vinicius costumava soltá-la no fim dos anos 70, quando apresentava Gilda Mattoso,a última das inúmeras mulheres que laçou. Aquela altura, corroído pelas biritas, parecia o tataravô da namorada, quatro décadas mais jovem. Dai apontar para a moça em festas ou reuniões sociais e dizer: “Conheçam Gilda minha viúva”.

  A frase é lapidar porque denuncia a principal qualidade de Vinicius (e de todos os homens realmente notáveis): saber rir de si mesmo. Quem cultiva o habito de se avacalhar está sempre se desconstruindo,e quem se desconstrói precisa  sempre se reinventar.Foi o Que ele fez,reinventou-se o tempo inteiro.

  Mal erguia um castelo, tratava de implodi-lo para, adiante, erguer outro. Exemplos?

Þ    Estudou literatura em Oxford, na Inglaterra, e escreveu poemas elaboradissimos, ora românticos, ora metafísicos, ora políticos, arrebanhou, assim, o respeito da intelligentsia. Entretanto, já quarentão, mandou o erudito ás favas, virou compositor popular e ousou rimar “peixinhos” com “beijinhos”.

Þ    Na juventude, paquerou o fascismo. Depois, por influência da primeira mulher, se deixou seduzir pelas idéias da esquerda e não as abandonou mais.

Þ    Enquanto trabalhou como diplomata, teve de usar ternos e cabelo curto. Quando o Itamaraty o exonerou, sob a alegação de alcoolismo, mudou-se para Bahia com uma atriz, abraçou o candomblé e se tornou quase um hippie, de peito nu e juba branca.

Viveu tão plena e corajosamente que só podia morrer como de fato morreu - em paz, relaxando numa banheira. 

O poeta

A vida do poeta tem um ritmo diferente
É um contínuo de dor angustiante.
O poeta é o destinado do sofrimento
Do sofrimento que lhe clareia a visão de beleza
E a sua alma é uma parcela do infinito distante
O infinito que ninguém sonda e ninguém compreende.

Ele é o etemo errante dos caminhos
Que vai, pisando a terra e olhando o céu
Preso pelos extremos intangíveis
Clareando como um raio de sol a paisagem da vida.
O poeta tem o coração claro das aves
E a sensibilidade das crianças.
O poeta chora.
Chora de manso, com lágrimas doces, com lágrimas tristes
Olhando o espaço imenso da sua alma.
O poeta sorri.
Sorri à vida e à beleza e à amizade
Sorri com a sua mocidade a todas as mulheres que passam.
O poeta é bom.
Ele ama as mulheres castas e as mulheres impuras
Sua alma as compreende na luz e na lama
Ele é cheio de amor para as coisas da vida
E é cheio de respeito para as coisas da morte.
O poeta não teme a morte.
Seu espírito penetra a sua visão silenciosa
E a sua alma de artista possui-a cheia de um novo mistério.
A sua poesia é a razão da sua existência
Ela o faz puro e grande e nobre
E o consola da dor e o consola da angústia.

A vida do poeta tem um ritmo diferente
Ela o conduz errante pelos caminhos, pisando a terra e olhando o céu
Preso, eternamente preso pelos extremos intangíveis.

 

Na Jukebox "Na tonga da mironga do katulete" Vinicius e Toquinho.

 

Boas pessoal, boas novas por aqui a D.Neide e vovó, rsrsrs... Meu enteado mais velho o Fernando e a namorada dele Fabiana foram premiados na tarde de ontem 22/06 com um herdeiro de nome Fernando também. Eu não sou vôdrasto não, ainda ouso Ramones, ta certo que eles também têm em torno dos 60(os que estão vivos)eu só tenho 37, sou bem moço pra isso, eu acho. Brincadeiras a parte espero que tenha muita saúde, inteligência e sorte, também goste do bom e velho rock e lógico seja Corinthiano, rsrsrs... Um poema pra  dar sorte pro Fernando de um xará dele, abraços. Obs. A hora que vacilarem vou por algo bem calmo pra ninar ele talvez, MOTOR HEAD, rsrsrs...

 

Álvaro de Campos

 

Eu

 

    Eu, eu mesmo... 
    Eu, cheio de todos os cansaços  
    Quantos o mundo pode dar. — 
    Eu... 
    Afinal tudo, porque tudo é eu, 
    E até as estrelas, ao que parece, 
    Me saíram da algibeira para deslumbrar crianças... 
    Que crianças não sei... 
    Eu... 
    Imperfeito?  Incógnito?  Divino? 
    Não sei... 
    Eu... 
    Tive um passado?  Sem dúvida... 
    Tenho um presente?  Sem dúvida... 
    Terei um futuro?  Sem dúvida... 
    A vida que pare de aqui a pouco... 
    Mas eu, eu... 
    Eu sou eu, 
    Eu fico eu, 
    Eu...  .

 

 

 

 

Na Juke Box"Como Vovó já dizia"Raul seixas


 

 

 

 

Enquanto isso em Brasilia...

...A Pouca vergonha continua!!!

Na juke box "QUE PAIS È ESSE" Legião Urbana

 

Boas ,estou muito contente,ontem fui a casa de um grande amigo meu "Bethão" e vi a banda do filho dele ensaiar,grande Heitor um puta baterista,tem futuro,os moleques são bons pra casete,tocam muito,só Rock'n Roll de qualidade,fico mais feliz ainda em ver isso em plena festa do peão,em que a cidade toda estava abobada por causa disso,ainda existe vida inteligente na pequena Pontal,abraços e não se esqueçam "A luta continua"!!!

Na juke box ,banda Matanza,não sei o nome não mais é bom,ouvi com a grande banda "NAPA"

[ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, PONTAL, centro, Homem, de 36 a 45 anos, Portuguese, Esperanto, Música, Viagens, ler
MSN - clovisaraujo3@hotmail.com
Visitante número: